Mulher acusada de esfaquear o companheiro alega legítima defesa
13/02/2018 11:54 em Polícia

Mulher acusada de esfaquear o companheiro alega legítima defesa

A Polícia Civil ainda não concluiu o inquérito que apura as circunstâncias da morte de Paulo Cesar Rodrigues, 48 anos, no último sábado (10) em Jaraguá do Sul.

Rodrigues morreu após ser atingido por um golpe de faca em uma quitinete na rua Venâncio da Silva Porto, bairro Nova Brasília. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no Hospital São José. A companheira foi detida pela Policia Militar, como sendo a principal suspeita do crime.

Conforme o delegado responsável pelo caso, Evandro de Abreu, a mulher alegou legítima defesa. Após o depoimento ela foi liberada.

Conforme relatório da Polícia Militar, na noite de sábado (10), o casal foi visto em uma lanchonete consumindo bebida alcoólica. Após uma discussão, a mulher deixou o lugar e seguiu em direção a uma quitinete, acompanhada da vítima. Cerca de dez minutos depois, o homem retornou a lanchonete, andando com dificuldades e com ferimentos no abdômen,  pedindo ajuda. O Samu atendeu a ocorrência encaminhando  Paulo Cesar ao hospital.

A Polícia Militar foi acionada e na quitinete encontraram a faca usada no crime. Após conversar com algumas testemunhas, os PMs conseguiram localizar a mulher, que estava se deslocando para outro bairro. Por telefone, os policiais conseguiram convencê-la de se apresentar. Ela retornou ao local do crime, foi detida e encaminhada à Delegacia.

 

Este foi o primeiro homicídio registrado neste ano em Jaraguá.

 

 Informações:  Janici Demetrio / Daniel Fernandes.

COMENTÁRIOS