Resgate de passageiros de lancha em Balneário Camboriú
11/02/2019 11:13 em Variedades

Socorro às vítimas (Foto: Bombeiros, Divulgação)

Os Bombeiros precisaram improvisar uma tirolesa para resgatar passageiros de uma lancha de 41 pés que colidiu com as pedras da Praia de Taquaras, em Balneário Camboriú, por volta das 23h de sábado. Um dos passageiros precisou ser encaminhado ao Hospital Ruth Cardoso, com dor na coluna e um corte no rosto.

A embarcação vinha de Itapema com seis pessoas a bordo, mas três não sabiam nadar e, de acordo com os Bombeiros, não havia coletes salva-vidas suficientes.

Dois soldados do Corpo de Bombeiros se aproximaram a nado e fixaram um cabo entre a lancha e uma embarcação de apoio da Marina Tedesco, que também participou do resgate. As vítimas foram retiradas com auxílio de cordas.

Um gerente operacional da marina e um marinheiro ajudaram na retirada das vítimas, em parceria com os bombeiros.

Lancha entre as pedras (Foto: Divulgação Bombeiros)

Os Bombeiros precisaram improvisar uma tirolesa para resgatar passageiros de uma lancha de 41 pés que colidiu com as pedras da Praia de Taquaras, em Balneário Camboriú, por volta das 23h de sábado. Um dos passageiros precisou ser encaminhado ao Hospital Ruth Cardoso, com dor na coluna e um corte no rosto.

A embarcação vinha de Itapema com seis pessoas a bordo, mas três não sabiam nadar e, de acordo com os Bombeiros, não havia coletes salva-vidas suficientes.

Dois soldados do Corpo de Bombeiros se aproximaram a nado e fixaram um cabo entre a lancha e uma embarcação de apoio da Marina Tedesco, que também participou do resgate. As vítimas foram retiradas com auxílio de cordas.

 

Um gerente operacional da marina e um marinheiro ajudaram na retirada das vítimas, em parceria com os bombeiros.

Os seis passageiros foram levados à Marina, onde passaram por avaliação médica preliminar. Devido ao estado do casco e das condições do mar durante a noite, o barco não foi removido.

Em nota, a Delegacia da Capitania dos Portos de Itajaí informou que esteve no local do acidente neste domingo, e que não havia sinal de que a colisão tenha causado poluição hídrica. A Marinha instaurou um inquérito para apurar o caso.


 

Receba Notícias e Informações diretas no seu celular:  Clicar aqui

 

COMENTÁRIOS