PUBLICIDADE
Quem realmente está preso?
03/03/2019 16:47 em Geral

Amanda e Suelen

Por Juan Todescatt

Há uma semana Evanio Wylyan Prestini está no Presídio Regional de Blumenau. São 7 dias em que ele sente o gosto de estar “de castigo” por ter feito algo errado, talvez e muito provavelmente, pela primeira vez na vida. Um jovem, que cresceu em uma família rica, estudou nas melhores escolas, conheceu outros países e não soube aproveitar de maneira saudável a liberdade e a sorte de ter uma condição de ser realmente livre.

Continua depois da publicidade

É difícil culpar a família pelos atos de Evanio, mas, diante das últimas manobras jurídicas e especialmente da contratação dos advogados mais caros que o dinheiro pode pagar, é fácil perceber que eles não suportam ver o filho “de castigo”. O advogado de defesa chegou a comparar a situação do motorista com a de Jesus Cristo. Em um trecho do Habeas Corpus, já indeferido pela Justiça, ele cita: “não custa lembrar que foi justamente o clamor popular o fator legitimador da maior injustiça que a história registra, pois aos gritos da turba, um inocente morreu na cruz e um ladrão foi liberto”, um verdadeiro desrespeito até mesmo ao cristianismo.

Continua depois da publicidade

Na nossa sociedade, o termo “pagar pelo que fez” vai além de ter dinheiro, afinal, ele não pode comprar tudo. A privação de liberdade foi a condição encontrada pelos Homens pra punir esse tipo de crime, mas é muito difícil pagar por algo que não tem preço, a vida.

Quem realmente está preso nesta história? O motorista, de 31 anos, rico, que teve e continuará tendo todas as oportunidades de ser verdadeiramente livre na vida. Alguém que apenas conta os dias para voltar pra casa e abraçar seus familiares?

Ou os pais, familiares e amigos das vítimas fatais, Suelen e Amanda, que terão que aprender a conviver com uma dor eterna? Conviver com uma prisão que vai além muito além das grades. Uma prisão que não há como fugir, que não existe advogado caro que possa conseguir a liberdade. A prisão de viver sem nunca mais poder abraçar suas filhas.

Nesta história toda, quem realmente está preso? E por quanto tempo?

 

Sua empresa em destaque, aqui (47) 98458 - 6199 

Receba Notícias e Informações diretamente em seu celular: Só Clicar aqui

COMENTÁRIOS