PUBLICIDADE
Polícia Federal investiga origem de 25 quilos de pedras preciosas apreendidos em Balneário Camboriú
03/03/2019 16:59 em Polícia

A Polícia Federal enviou à perícia os 25 quilos de pedras preciosas que foram apreendidos na quinta-feira, em Balneário Camboriú, durante um cumprimento de mandado judicial. A Polícia Civil estava em busca de uma pistola irregular, usada em um caso de extorsão, quando localizou as pedras na casa do suspeito.

O delegado Thiago Giavarotti, que lavrou o flagrante na delegacia da PF em Itajaí, disse que o suspeito apresentou duas notas fiscais que indicam que as pedras vieram da Bahia. Os documentos, no entanto, não correspondem à quantidade de pedras encontradas. São esmeraldas e topázios imperiais.

Continua depois da publicidade

_ Enviamos à perícia para que avalie se as pedras de fato correspondem às notas que ele apresentou _ disse o delegado.

As pedras foram encaminhadas para uma primeira fase de análise, em Florianópolis, e depois devem ser encaminhadas a peritos especializados, em Brasília. Quando forem avaliadas, ficarão então sob custódia da Caixa Econômica Federal. Para reavê-las, o proprietário precisa comprovar a origem, e que tinha condições financeiras para tê-las em seu poder.

A polícia ainda não sabe, por exemplo, se todas as pedras são verdadeiras, e quanto elas realmente valeriam no mercado.

Esta é a primeira vez que uma apreensão de tamanho volume de pedras preciosas é feita na região.

Continua depois da publicidade

Arma carregada

As pedras foram localizadas em uma operação conjunta entre o Setor de Investigações Criminais (SIC) da Polícia Civil de Itapema e a Delegacia da Comarca de Balneário Camboriú (DIC) um homem de 29 anos foi preso.

As investigações partiram de uma denúncia de extorsão. Segundo o delegado Diogo Medeiros, responsável pelo caso, chegou à polícia a informação de que o suspeito teria obrigado um homem a assinar uma confissão de dívida, mediante ameaças, e havia apontado a arma para a mãe da vítima.

Continua depois da publicidade

A pistola foi localizada ao lado da cama do suspeito, carregada com 14 munições e pronta para uso, segundo a polícia. O homem, que é lutador de jiu-jitsu, já tinha sido flagrado, em janeiro, dirigindo uma Land Rover Evoque, adulterada.

De acordo com a PF, ele tem registros de boletins de ocorrência por estelionato e ameaça.

Fonte: NSC 

Sua empresa em destaque, aqui (47) 98458 - 6199 

Receba Notícias e Informações diretamente em seu celular: Só Clicar aqui

 

COMENTÁRIOS