Professores das séries iniciais vão receber diferença por hora-atividade em Corupá
20/12/2021 14:24 em Educação

Os professores de educação infantil e séries iniciais da rede municipal de educação de Corupá já podem comemorar a conquista de uma reivindicação antiga: eles receberão o pagamento da diferença de hora-atividade a partir de dezembro deste ano.

 

O prefeito Luiz Carlos Tamanini solicitou um estudo técnico da equipe da Secretaria Municipal de Educação sobre a possibilidade de pagamento, e após análise do impacto financeiro, autorizou o pagamento da diferença.

 

“Esta sempre foi uma reivindicação dos professores para que eles tivessem os mesmos direitos dos professores das séries finais. Analisamos os estudos técnicos e financeiros e vamos autorizar o pagamento, cumprindo uma exigência da lei federal e atendendo à solicitação dos professores", explica.

 

Atualmente na rede municipal de educação trabalham 156 professores da educação infantil ao 9º ano, dos quais 104 são da educação infantil (creche e pré) e séries iniciais (1º ao 5º ano), que serão beneficiados com a diferença.

 

A hora-atividade está prevista no art. 2º da Lei Federal nº 11.738, de 16 de julho de 2008, que define que na composição da jornada de trabalho deve-se observar o limite máximo de 2/3 (dois terços) da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os educandos e 1/3 da jornada será dedicado à preparação de aulas e às demais atividades fora da sala.

 

A hora-atividade de 33% é destinada aos estudos, participação em formação continuada, reuniões pedagógicas, planejamentos de aula e atividades, preparação e correção de atividades avaliativas, socialização e articulação com os demais docentes, preenchimento de documentos referentes à vida escolar do discente, e demais atividades correlatas previstas no Projeto Político Pedagógico (PPP) das unidades escolares de Educação infantil e Ensino Fundamental.

 

Por exigência do Ministério Público, o ano letivo de 2022 começa com as novas adequações e implantação da hora-atividade, em que os professores terão mais tempo para planejamento e estudo.

 

Os professores de 6º ao 9º ano já têm esse direito garantido há anos. Para uma carga horária de 40 horas, o professor leciona 32 aulas dadas e as demais são hora-atividade. No entanto, com a implantação na nova grade, algumas mudanças e adaptações devem acontecer.

 

Já em relação aos professores de educação infantil (creche e pré-escola) e séries iniciais (1º ao 5º ano), eles têm direito a parte da hora-atividade e a partir de 2022 terão direito de usufruir da diferença. Uma nova grade curricular será implantada para atender essa diferença.

 

A hora-atividade dos professores no efetivo exercício da função em atividade docente deverá ser cumprida na unidade escolar, conforme carga horária.

 

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE