Suspeito confessa que morte de mulher em Jaraguá do Sul foi motivada por ciúmes
27/01/2022 17:12 em Segurança

Foto: Fábio Junkes/OCP News

O suspeito de matar Patrícia Correa, de 43 anos, confessou a autoria do crime.

 

Em depoimento dado à Polícia Civil, Aníbal Damião, de 54 anos, disse que a discussão que motivou a morte ocorreu por causa de ciúmes da vítima.

 

O primeiro homicídio ocorrido em Jaraguá do Sul em 2022 aconteceu na noite desta quarta-feira (26), em um bar no quilômetro 86 da SC-110, no bairro Rio Cerro II.

 


Foto: Fábio Junkes/OCP News

A mulher foi morta com um tiro na nuca e o corpo ficou caído na frente do estabelecimento.

 

De acordo com o delegado Marcelo Schiebelbein, uma testemunha contou que Aníbal e Patrícia estavam no banco de trás de um Citroën C3 e começou uma discussão.

 

Ao chegar no local, o motorista contou que eles desceram do veículo e que o suspeito sacou um revólver e atirou na vítima.

 


Foto: Fábio Junkes/OCP News

“A testemunha relatou que a vítima era companheira do autor e que ambos tinham o costume de portar arma de fogo. Após atirar contra a vítima, o autor teria pegado a arma que estava com a vítima e se evadido para sua casa”, acrescenta o delegado.

 

Equipes do Corpo de Bombeiros Voluntários e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram chamados, mas ela não resistiu ao grave ferimento e morreu antes da chegada das equipes de emergência.

 


Foto: Fábio Junkes/OCP News

Após serem informadas do crime, guarnições da Polícia Militar foram até o local. Após buscas, o suspeito foi encontrado nas proximidades do pórtico turístico. Aníbal foi preso com a arma utilizada no crime, um revólver calibre .32.

 

“O autor relatou que a discussão se deu por causa de ciúmes da vítima. Entretanto, ele afirmou em interrogatório que não era companheiro da vítima. Em seguida a Polícia Militar atendeu o local do fato e de posse das informações iniciais empreenderam diligências o que resultou na prisão do autor”, relata o delegado.

 

Diante da situação de flagrante, os policiais militares realizaram buscas na residência do suspeito.

 

Foram encontrados um revólver calibre .38, uma pistola calibre .22 modificada artesanalmente, 155 munições, dois pacotes de pólvora, kit de carregamento de munições e três pacotes de chumbo.


 

Foto: 14° BPM/Divulgação

Marcelo e um agente de polícia foram até o local para buscar mais informações sobre o crime e acompanhar o levantamento feito pela Polícia Científica.

 

Aníbal foi encaminhado para a Cetral Regional de Plantão Policial, onde foi autuado por homicídio qualificado por feminicídio, motivo fútil e mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima (tiro por trás). Ele também vai responder pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.


 

Foto: Fábio Junkes/OCP News

O homem foi levado para o Presídio Regional de Jaraguá do Sul e deve passar por audiência de custódia.

 

Ele tem passagens por apropriação indébita, disparo de arma de fogo e porte ilegal de arma de fogo.

 

Até o fechamento da reportagem, o corpo de Patrícia ainda não havia sido liberado pelo IML (Instituto Médico Legal).

 

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE