Menos de 2 mil eleitores procuraram o Cartório Eleitoral de Jaraguá do Sul para regularizar a situação
15/01/2018 06:33 em Geral

Menos de 2 mil eleitores procuraram o Cartório Eleitoral de Jaraguá do Sul para regularizar a situação

Saiba também como será o processo no município de Schroeder.

 

 

Com o término do prazo para revisão do eleitorado em dezembro do ano passado, cerca de 20 mil eleitores de Jaraguá do Sul e Corupá têm até o fim de abril de 2018 para regularizar a situação.

De acordo com o chefe de cartório Eduardo Leitis Arbigaus, da 17ª Zona Eleitoral, os eleitores das duas cidades que não realizaram o cadastramento biométrico até 7 de dezembro tiveram o título eleitoral cancelado e precisam procurar o Cartório Eleitoral de Jaraguá do Sul até o dia 30 de abril deste ano. Não há cobrança de multa pelo atraso. “Apenas no caso do eleitor ter deixado de votar ou justificar em alguma eleição que gera multa em seu cadastro. Essa multa – por ausência às eleições – é do valor de R$ 3,50 por ausência e só pode ser paga no Banco do Brasil”, lembra Arbigaus.

 

Movimento abaixo do esperado neste início de ano

 

O Cartório Eleitoral reabriu no último dia 3 de janeiro em Jaraguá do Sul, mas a procura pelo serviço é baixa. Menos de dois eleitores de Jaraguá do Sul e Corupá passaram pelo Cartório até a sexta-feira da semana passada. “Se a procura continuar assim, com certeza teremos novamente aquelas filas quilométricas no final de abril”, comenta o chefe de cartório.

A recomendação é que o eleitor procure o cartório eleitoral o quanto antes.  “Quem procurar o cartório até o final de abril, não sofrerá qualquer sanção adicional. Já quem não regularizar até lá, terá a ausência de quitação eleitoral, não poderá votar nas eleições de 2018 e ainda poderá acarretar uma série de problemas, com o passaporte, CPF, impossibilidade de se matricular em faculdades, entre outros”, lembra Arbigaus.

 

Horário de atendimento e como fazer o agendamento

 

O Cartório Eleitoral de Jaraguá do Sul atende de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h30. O agendamento pode ser feito no site do TRE-SC (http://www.tre-sc.jus.br/site/eleitores/agendamento-de-atendimento/index.html), porém o chefe de cartório destaca que não há vagas para agendamento até o início do mês de março.

“Entretanto, os eleitores que desejarem regularizar sua situação podem procurar diretamente o cartório eleitoral e serão atendidos. Basta aguardar a fila que tiver no momento, que por enquanto está bem tranquila”, afirma Eduardo. Ele lembra que não há previsão de abertura aos sábados. Em Jaraguá do Sul, pouco mais de 100 mil eleitores fizeram o cadastramento biométrico até sexta-feira. Em Corupá são cerca de 10,5 mil eleitores que fizeram a revisão.

 

Documentos necessários para regularizar a situação no Cartório Eleitoral:

 

– documento de identificação oficial com foto (identidade ou CNH ou CTPS);

 

– comprovante de residência no nome da pessoa (pode ser qualquer correspondência, fatura, conta, carta recebida pelo eleitor; vale também carteirinha municipal do SUS atualizada de Jaraguá do Sul, registro na CTPS, atestado de matrícula do filho, etc.)

 

– título eleitoral para quem possuir.

 

– homens, maiores de 18 anos, que forem fazer o primeiro título, devem apresentar o comprovante de alistamento militar.

 

Eleitores de Schroeder também farão cadastramento biométrico

 

Como os eleitores de Schroeder passarem a estar vinculados ao Cartório Eleitoral de Jaraguá do Sul (17ªZona Eleitoral) e não mais ao município de Guaramirim (60ª Zona Eleitoral), também precisarão passar pelo cadastramento biométrico. No entanto, conforme Arbigaus, ainda não há previsão para início do cadastramento em Schroeder.

“Ainda não temos essa data. A expectativa é que seja logo após o Carnaval. Estamos em tratativas com a Prefeitura e com o TRE para alinhar a instalação do posto [na cidade]”. O atendimento provavelmente será na Biblioteca Pública Municipal até o fim de abril. “Ainda não está definida a questão do horário de funcionamento, mas deve ser no período da tarde”. Os eleitores de Schroeder poderão fazer agendamento pelo site de TRE, mas somente “quando estiver tudo definido”.

 

Em Schroeder, pouco mais de 1,2 mil dos doze mil eleitores já fizeram o cadastramento biométrico na cidade vizinha.

 

Cadastramento biométrico não é obrigatório para Massaranduba e Guaramirim

 

O cadastramento dos eleitores de Guaramirim e Massaranduba já iniciou no ano passado. Segundo Arbigaus, o serviço continua até início de maio para as eleições de 2018. “Porém, não há obrigatoriedade pois a votação será mista”, explica.

 

 

OCPonline

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE