Tiro é paixão para majestades da Schützenfest
16/11/2019 07:23 em Cotidiano

A profissional autônoma Ináurea Reinke Schmidt, 39 anos, rainha do tiro da 31ª Schützenfest conta que acertar a mira com a carabina tornou-se um vício bom. Depois que o marido Claudio Ivair Schmidt, 41 anos, também rei do tiro desta edição da Schützen, a introduziu no esporte (na época ele tinha 18 anos e ela, 16), não conseguiu mais parar de treinar.

O resultado é sentido nas competições das sociedades de tiro, na Schützenfest, nos Jogos Abertos e em outras competições estaduais. Ináurea foi a única mulher na equipe jaraguaense de carabina dos Jasc e trouxe pra casa medalha de ouro na modalidade carabina seta livre por equipe nos Jasc 2019, que aconteceu em Timbó no sábado (9). O marido, Claudio, foi ouro no individual, pois somou a maior pontuação dos 40 tiros dados na competição, 414,6.

Quanto à rotina de treinos, Ináurea e Claudio são bem disciplinados. Para os Jasc, começaram a treinar em julho, seis horas por semana. Mas a vida dos dois não é feita só de tiros. O casal tem dois filhos – Lucas, de sete anos, e Laís, de dois – trabalho e vida agitada. “Por ser cansativo, já pensamos em parar com os treinos e competições de tiro. Mas a gente não consegue. Na hora de acertar a mira, esqueço dos problemas, esqueço do mundo. Me concentro bem e atiro”, descreve Ináurea, que ressalta que o bom desempenho vem 90% da concentração no momento de atirar.

Na Schützenfest, as majestades do tiro comparecem todos os dias, das 19 horas à meia-noite, sendo que no outro dia é trabalho normal. A rainha do tiro revela que é preciso ter muito pique para aguentar as 11 noites de festa. “No sábado, dia 9, chegamos dos Jasc (Timbó) às oito e meia da noite, e tínhamos que desfilar às nove e quinze no Parque de Eventos. Só passamos em casa, tomamos um banho superrápido, vestimos a roupa da festa e chegamos dez minutinhos atrasados. Mas nada que uma boa noite de sono não recupere”, relata a rainha do tiro.

Ináurea brinca que, quando competem nos estandes de tiro da Schützenfest, a aposta entre marido e mulher é de que quem tirar a melhor pontuação está livre de lavar a louça em casa. “A gente recomenda muito que todos os visitantes da festa experimentem o tiro nos estandes montados. É um esporte gostoso e que estimula a concentração. A dica que dou é que o atirador só aperte o gatilho quando estiver com a mira perfeita”, detalha a rainha do tiro.

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Receba Notícias e Informações diretamente em seu celular: Só Clicar aqui

Nosso Instragam: Clique Aqui

COMENTÁRIOS