Criciúma empata em casa com o Paraná e continua na briga para sair do Z4
20/11/2019 06:54 em Esporte

Léo Gamalho marcou o gol de empate (Foto: Guilherme Hahn, Especial)

Tigre buscou a igualdade no placar aos 40 minutos da etapa final

Diante de 7,7 mil torcedores, o Criciúma lutou até o final e conseguiu buscar o empate depois de sair atrás no placar diante do Paraná na noite desta terça-feira. Em casa, o Tigre viu o visitante balançar a rede no primeiro tempo, mas aos 40 minutos da etapa final, Léo Gamalho fez o dele e recolocou o Tigre na briga para escapar do rebaixamento. Com o ponto conquistado, a definição fica para a última rodada da Série B.

Em mais uma partida decisiva, a última da temporada, o Criciúma define o futuro longe de casa. No sábado dia 30, às 16h30min, o Tigre enfrenta o Oeste na Arena Barueri. No interior de São Paulo, precisa vencer, mas também fica de olho nos jogos de Figueirense e Londrina. Dependendo dos resultados dos adversários diretos, pode ser rebaixado antes ainda de jogar.

A partida

O jogo decisivo, para os dois times, começou morno. A primeira chegada de perigo foi aos 12 minutos, quando Éder Sciola chutou dentro da área e colocou Gianezini para trabalhar. A resposta veio cinco minutos depois, quando no cruzamento, Léo Gamalho mandou a bola de cabeça, no travessão. O jogo melhorou, com os times mais soltos, até que os donos da casa abriram o placar. Na jogada de Guilherme Santos, ele trocou passes com Bruno Rodrigues, recebeu de volta e mandou para a rede no chute cruzado, aos 33 minutos de jogo.

O Paraná precisou mexer ainda no primeiro tempo, por lesão, e Jhemerson deu lugar a Alesson. O Tigre substituiu no intervalo, na saída de Carlos Eduardo para a entrada de Daniel Costa. A estratégia dos donos da casa foi abrir ainda mais o jogo, já que a derrota e o empate eram resultados que não interessavam.

O Tigre se soltou, mas quem quase balançou a rede foi o Paraná com Jenison, aos 29 da etapa final. Na jogada seguinte, ele fez o pivô e Alesson mandou uma bomba, e bola desviou e subiu. O Tigre buscava o gol de empate, mas a jogada não encaixava. Na cobrança de escanteio, bate-rebate na área, até que Léo Gamalho mandou para o gol aos 40 minutos, para empatar a partida.

Depois do gol, muita reclamação do Paraná, e a expulsão do zagueiro Rodolfo. Um membro da comissão técnica também foi mandado para o vestiário mais cedo, e na confusão, o jogo ficou parado por quase cinco minutos. Nos acréscimos, o goleiro Thiago Rodrigues fez duas grandes defesas, e evitou a virada tricolor.

FICHA CRICIÚMA 1 x 1 PARANÁ

Gols: Guilherme Santos, do Paraná, aos 33 do primeiro tempo. Léo Gamalho, do Criciúma, aos 40 do segundo tempo.

Cartões amarelos: Itaqui, do Paraná. Foguinho, Derlan, Sandro, do Criciúma.

Cartões vermelhos: Rodolfo, Fabrício, do Paraná.

Criciúma - 1

Gianezini; Carlos Eduardo (Daniel Costa), Sandro, Derlan e Marlon; Eduardo, Foguinho, Wesley (Luquinha) e Reis (Reinaldo); Andrew e Léo Gamalho. Técnico: Roberto Cavalo.

Paraná - 1

Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Fabrício, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Itaqui (Jhony Douglas), Matheus Anjos (Vitinho), Jhemerson (Alesson) e Bruno Rodrigues; Jenison. Técnico: Matheus Costa.

Arbitragem: Daniel Nobre Bins, auxiliado por Leirson Peng Martins e Fabricio Lima Baseggio (trio do RS).

Local: Heriberto Hülse – Criciúma.

Público: 7.759.

Renda: R$ 119.480,00.

 

Sua empresa em destaque, Informações só clicar aqui

Receba Notícias e Informações diretamente em seu celular: Só Clicar aqui

Nosso Instragam: Clique Aqui

COMENTÁRIOS