Assassina de grávida em Canelinha passará por exame de insanidade mental
15/09/2020 16:08 em Segurança

A Justiça de Santa Catarina determinou que Rozalba Maria Grime, responsável pelo assassinato da grávida de Canelinha, Flavia Godinho Mafra, passará por um exame de sanidade mental. A decisão é do juiz da Vara Criminal da Comarca de Tijucas, Luiz Fernando Pereira de Oliveira.

No texto, o magistrado explica que o pedido havia sido feito pela defesa da acusada, com a instauração do incidente de insanidade mental. O primeiro advogado a defender Rozalba “fez referência aos possíveis sucessivos abortos sofridos pela acusada”, sendo que o segundo “entendeu que os indícios decorrem do modo em que realizada a confissão e a forma de execução do delito”.

“É verdade que os indícios sustentados pela defesa são mesmo tênues, pelas exatas razões sustentadas pela acusação. Por outro lado, o alegado modo de execução do delito, tal como sustentado pela defesa, levanta um mínimo de dúvida sobre a higidez mental da acusada. 

Na dúvida, convém deferir o exame, a fim de não se corra o risco de se processar e eventualmente condenar uma pessoa inimputável, que, como se sabe, não pratica crime”, destaca o juiz na decisão.

O exame será feito em um hospital em Florianópolis, ainda sem data prevista. O intuito é descobrir se Rozalba sofre de algum distúrbio psiquiátrico e de qual espécie; desde quando; se causa incapacidade para todos os atos; se na época do crime entendia o caráter criminoso do fato; se há necessidade de tratamento; qual espécie de tratamento; o prognóstico; além de descobrir se ela pode ser considerada perigosa e se há chances de realizar outro crime.

Rozalba, que estava no presídio de Tijucas, foi transferida para o Presídio Feminino de Chapecó, na quinta-feira, 10. O marido dela, Zulmar Schiestl, segue detido em Tijucas

 

*Fonte: O Município Joinville 

COMENTÁRIOS