Coronavírus em Corupá: cuidados precisam ser mantidos
16/10/2020 06:01 em Saúde

Mesmo com as recentes flexibilizações por conta da alteração da matriz de risco para a situação grave (cor laranja), os cuidados e a prevenção contra o Coronavírus não podem ser esquecidos. A pandemia e a situação de emergência não acabaram. As regras sanitárias devem ser obedecidas.

No mês de setembro, a queda no número de casos de Covid-19 em Corupá foi expressiva. De 100 casos registrados em agosto, foram somente 16 em setembro. No entanto, em outubro, até o último boletim epidemiológico (de 14 de outubro), já foram 13 novos casos na cidade.

“As flexibilizações são necessárias para a retomada da economia no estado e em nossa cidade. Mas para que o número de casos não aumente, para não voltarmos ao nível gravíssimo e que os serviços não precisem ser novamente fechados, todo mundo precisa colaborar. Evitem aglomerações. Não se descuidem: usem máscara, lavem as mãos com frequência, use álcool gel, opte por estabelecimentos que estejam cumprindo as regras e denuncie irregularidades”, observou o secretário de Saúde de Corupá, Michael Marques.

decreto municipal com medidas de enfrentamento ao Coronavírus e que estabelece horários e regras para o comércio durante a pandemia tem validade até 31 de outubro em Corupá. Ele segue as disposições dos decretos e portarias do Governo de Santa Catarina.

Na atualização da matriz de risco para o Coronavírus em SC, divulgada nesta quinta-feira (15) pela Secretaria de Estado de Saúde, a região Nordeste, onde Corupá está localizada, continua em situação grave. Portanto, aulas presenciais, abertura de casas noturnas, museus, teatros, continuam proibidas.

No momento, não há restrição de horário para estabelecimentos. Espaços como academias, pesque-pague, hotéis, restaurantes, bares, já podem funcionar em horário normal. Mas é preciso que todos obedeçam ao distanciamento social, o limite máximo de pessoas no local, álcool gel na entrada e em todas as mesas, sem contar que o uso da máscara em todos os ambientes continua obrigatório. Cheque também se os funcionários dos estabelecimentos estão cumprindo as regras.

A Vigilância Sanitária, os fiscais de Posturas e de epidemiologia continuam realizando o monitoramento e fiscalizações em estabelecimentos comerciais e demais espaços. Quem descumprir as regras será multado. O contato é o (47) 3375-1234.

Denúncias de aglomerações também podem ser realizadas para a Polícia Militar, através do 190.

Cuidados que precisam ser respeitados em estabelecimentos de Corupá:

·         Limpeza e higienização frequente;

·         Funcionários e clientes devem estar obrigatoriamente usando máscara – e de forma correta;

·         Orientar que os clientes mantenham distância social mínima de 1,5 metro;

·         Ter um funcionário que oriente os clientes a manterem o distanciamento;

·         Disponibilizar álcool gel 70% para uso dos funcionários e público em geral, na entrada do estabelecimento e em todas as mesas;

·         Respeitar o distanciamento entre mesas;

·         Estabelecimentos com capacidade máxima superior a 50 pessoas devem disponibilizar aferição de temperatura logo na entrada;

·         Fixar na porta de entrada o limite máximo de capacidade no local, conforme cada serviço;

·         Deixar o espaço com janelas abertas e priorizar a manutenção natural dos ambientes;

·         Instalar barreiras de proteção nos caixas;

·         Para cada setor/serviço específico, o Governo do Estado lançou portarias com as regras que devem ser obedecidas. Você pode conferir aqui: http://dados.sc.gov.br/dataset/covid-19-portarias-estaduais

 

Como você pode ajudar:

·         Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%. Essa frequência deve ser ampliada quando estiver em algum ambiente público (ambientes de trabalho, prédios e instalações comerciais, etc), quando utilizar estrutura de transporte público ou tocar superfícies e objetos de uso compartilhado;

·         Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com a parte interna do cotovelo.
Não tocar olhos, nariz, boca ou a máscara de proteção fácil com as mãos não higienizadas;

·         Se tocar olhos, nariz, boca ou a máscara, higienize as mãos;

·         Mantenha distância mínima de 1,5m entre pessoas em lugares públicos e de convívio social;

·         Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento sem contato físico;

·         Higienize com frequência o celular, brinquedos das crianças e outros objetos;

·         Não compartilhe objetos de uso pessoal como talheres, toalhas, pratos e copos;

·         Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados;

·         Não frequente estabelecimentos que não estejam cumprindo as regras sanitárias e de distanciamento;

·         Se estiver doente, evite contato próximo com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos;

·         Caso venha a flagrar irregularidades, denuncie para a PM pelo 190 ou para vigilância;

·         E sempre use máscara.

FONTE: Ministério da Saúde

 

COMENTÁRIOS