Balneário Camboriú tem aumento de 89% no casos ativos de Covid-19, após festas e praias lotadas
13/01/2021 18:31 em Geral

Santa Catarina teve aumento de 24% nos casos ativos de Covid-19 dias depois de eventos no fim de ano. Especialista relaciona registros de aglomerações com aumento de casos.

Balneário Camboriú teve aumento de 89% no casos ativos de coronavírus dias após registro de festas e praias lotadas, segundo os números divulgados pelo governo estadual. Especialista ouvido pela NSC relaciona o crescimento dos doentes com a circulação e aglomeração de pessoas durante as festas de fim de ano no território catarinense (leia a explicação mais abaixo).

Santa Catarina registrou aumento de 24% no número de casos ativos de Covid-19 nos últimos sete dias. O crescimento é puxado, principalmente, pelas cidades do litoral catarinense que registraram a chegada de turistas, festas e praias lotadas no fim de ano.

Em 5 de janeiro, 15.992 pessoas estavam em tratamento contra a doença no estado. No último boletim divulgado pelo governo do estado, na noite de terça-feira (12), o número de casos ativos chegou a 19.932.

Já Balneário Camboriú teve aumento ainda maior. Em 5 de janeiro, a cidade tinha 216 casos ativos. Sete dias depois, são 410 pacientes em tratamento. Segundo dados do governo estadual, o índice representa aumento de 89%.

No entanto, a Prefeitura diz que o aumento seria de 30% na última semana, a partir dos números dos boletins municipais: em 6 de janeiro a prefeitura contabilizava 1.019 casos ativos e nesta quarta (13) são 1.325, segundo a prefeitura, que informou ainda que a média semanal de novos casos é de 63%.

"A Divisão de Vigilância Epidemiológica comunica o Estado sobre os novos casos e está buscando informações sobre essa desconformidade nos dados", informou a prefeitura, por meio da assessoria de imprensa, ao G1.

A Prefeitura de Balneário Camboriú diz ainda que continua reforçando orientações aos moradores e turistas, que continua com ações fiscalizatórias, que resultaram em interdições nos últimos fins de semana, e que novos fiscais estão sendo contratados.

Em Florianópolis, o aumento de doentes em tratamento cresceu mais do que o dado estadual. Em relação ao último boletim, a cidade tem 48% casos a mais do que a semana anterior. A capital é segunda colocada no número de casos ativos, atrás apenas de Joinville, no Norte, com a maior população do estado.

COMENTÁRIOS