Chuvas intensas podem voltar durante a terça em SC
02/03/2021 06:21 em Geral

Chuvas intensas podem voltar durante a terça em SC

 

Durante o fim de semana e a segunda-feira, SC registrou chuvas que ultrapassaram 190mm em 24h; alagamentos e deslizamentos foram registrados

A terça-feira (2) apresenta indícios de que as chuvas intensas que atingiram Santa Catarina no primeiro dia de março podem voltar, considerando que o alerta da Defesa Civil/SC segue válido até o meio dia.

O órgão destaca que há risco de estragos, como alagamentos, deslizamentos e enxurradas. As regiões com maior risco seguem as mesmas, no Litoral Norte, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis.

Segundo os dados da Epagri/Ciram, todas as regiões terão chuvas, mas que podem ser mais, ou menos intensas, como visto no dia 1º. Praticamente todo o Estado também deve ter raios e trovões, com exceção da Grande Florianópolis e do Vale do Itajaí.

O dia deve começar com sol, mas ter pancadas de chuva entre tarde e noite no Oeste.

Já a Grande Florianópolis e o Vale do Itajaí terão chuvas no início e fim do dia, enquanto Litoral Norte e Sul, assim como Planalto Norte e Sul, devem ter nebulosidade variável e chuva isolada, com menos aberturas no tempo.

Os períodos de tempo aberto devem favorecer um calor razoável, mas que não chegará a 30°C na maior parte das cidades. No Extremo-Oeste, perto da fronteira, as máximas podem ultrapassar os 33°C.

E, apesar das chuvas, não estão previstos temporais, mas as rajadas de vento devem ser mais intensas especificamente no Litoral Sul, que pode registrar 50km/h de rajada.

No mínimo até sexta (5), o Estado deve sofrer com algumas pancadas de chuva ocasionais, alternando com tempo aberto.

 

Chuvas acumuladas já bateram quase 200mm em SC

As regiões mais afetadas durante as chuvas de segunda (1º) foram Joinville e Florianópolis, sendo que as cidades do entorno de ambas também tiveram grandes registros.

Em Florianópolis choveu cerca de 191 mm em 24h, o que significa 190 litros de chuva por metro quadrado.

As ocorrências mais comuns foram de alagamentos e deslizamentos, conforme os alertas prévios da Defesa Civil. Contudo, não houve registro de vítimas ou desabrigados. Apesar disso, houve danos em alguns pontos da cidade, que influenciaram no trânsito.

Enquanto isso, o entorno de Joinville somou 188 mm, chegando perto do que foi visto na Capital, e cidades vizinhas, como São José, ficaram como acumulados de 100 mm ao longo do dia.

COMENTÁRIOS